1991

Prefeitura Municipal de Barra dos Coqueiros

Pular para o conteúdo

II Conferência Municipal de Saúde Mental aconteceu nesta quarta-feira, 15

Fonte: Secretaria Municipal de Saúde
15/06/2022 às 14h51

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


Discutir políticas públicas voltadas para a melhoria da Saúde Mental. Foi com esse objetivo que a prefeitura de Barra dos Coqueiros, através da secretaria municipal de Saúde, e com o apoio do Conselho Municipal de Saúde, realizou nesta quarta-feira, 15, a II Conferência Municipal de Saúde Mental com o tema ‘A Política de Saúde Mental como Direito: Pela defesa do cuidado em liberdade; rumo aos avanços e garantia dos serviços da atenção psicossocial no SUS’, na quadra de esportes da Escola João Cruz.

O evento reuniu gestores, trabalhadores, equipe técnica da Secretaria de Saúde, usuários do Centro de Atenção Psicossocial (Caps), e a população em geral. Este público teve a oportunidade de participar de palestra e das discussões acerca dos seguintes eixos temáticos: Cuidado em liberdade como garantia de Direito à cidadania; Gestão, financiamento, formação e participação social na garantia de serviços de saúde mental; Política de saúde mental e os princípios do SUS: Universalidade, Integralidade e Equidade; e Impactos na saúde mental da população e os desafios para o cuidado psicossocial durante e pós-pandemia.

A secretária municipal de Saúde, Eliana Martins, esteve presente no evento e falou sobre a importância da realização desta Conferência. “Durante e após a pandemia da Covid-19, o índice de pessoas necessitadas de tratamentos psíquicos aumentou em nosso município. Essa Conferência acontece no momento certo, porque temos atendido muitos pacientes com quadros de depressão, ansiedade e é a partir das discussões geradas neste encontro que poderemos ofertar a estes pacientes um tratamento digno, de referência com relação à saúde mental”, menciona.

A presidente do Conselho Municipal de Saúde, Celeste Trindade, comentou sobre a necessidade de aprofundar o debate acerca do tema deste ano. “Há dez anos a Barra não faz uma Conferência de Saúde Mental, e estar à frente da organização deste evento é satisfatório. Precisamos falar cada vez mais sobre transtornos mentais, principalmente, depois da pandemia. Então, toda e qualquer decisão que tomarmos nesta Conferência a respeito deste tema será muito importante para o nosso município”, diz.

Além da presidente do Conselho, a palestrante e coordenadora do Caps do município, Aline Cabral Vieira, reforçou que o tema trabalhado nesta Conferência é extremamente importante para a sociedade. “É através das discussões deste tema que traçaremos diretrizes para cuidar das pessoas que sofrem com transtornos mentais, em liberdade. Precisamos criar propostas para este cuidado mais humanizado. O Caps é um serviço fundamental para garantirmos a política de Saúde Mental como um direito para todos”, diz

A Conferência Municipal de Saúde Mental é uma etapa preparatória para a Estadual e posteriormente para a Nacional. “As propostas discutidas nesta Conferência seguirão para as Conferências Estadual e Nacional, e nos ajudarão a chegar em um diagnóstico situacional do que ainda precisa ser implantado no SUS, em termos de políticas públicas voltadas à saúde, neste caso, no segmento de Saúde Mental”, diz a secretária executiva de Saúde, Janaina Amarante.

Após as discussões dos eixos, foram eleitos oitos delegados que representarão a Barra nas Conferências Estadual e Municipal, entre eles: quatro usuários, dois servidores e dois gestores.

Parceiros

Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação