1991

Prefeitura Municipal de Barra dos Coqueiros

Pular para o conteúdo

PREFEITO DE BARRA LEVA DEMANDAS DOS MORADORES DO TOURO E CANAL PARA O PRESIDENTE DA DESO

Fonte: Secretaria Municipal de Comunicação
23/02/2022 às 14h41

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


O prefeito de Barra dos Coqueiros, participou de uma reunião com o diretor-presidente da Companhia de Saneamento Básico de Sergipe – Deso -, Carlos Fernandes de Melo Neto, na terça-feira, 22, na Sede da Companhia. O encontro teve como objetivo intensificar as obras de abastecimento de água dos Povoados Canal e Touro.

“A reunião com o presidente da Companhia e a diretoria técnica foi para resolver a situação do abastecimento de água nos Povoados Canal e Touro. Neste encontro participaram representantes dessas comunidades, que relataram todo o sofrimento que a população passa pela falta de água. Saímos do encontro muito satisfeitos, com a certeza de que novos poços serão perfurados, canalizando água para o povoado Touro e o Canal. Com isso, a Deso irá modernizar o abastecimento e corrigir os defeitos da rede. Foi dado um prazo de três meses para que a situação esteja resolvida, e se comprometeram nesse período em regularizar o abastecimento seja através da tubulação existente ou de carros pipas”, revelou o prefeito de Barra dos Coqueiros.

O Gestor municipal aproveitou a oportunidade também para solicitar o esgotamento sanitário da Barra dos Coqueiros nas áreas que ainda não foram beneficiadas. “A Deso está concluindo o estudo e fará a ampliação do Sistema de Tratamento para que logo em seguida, possam executar o trabalho nessas áreas”, acrescentou o prefeito.

Segundo o diretor-presidente da Deso, Carlos Fernandes de Melo Neto, é sempre bom receber o prefeito e toda sua equipe de Governo do município. “Firmamos alguns compromissos sobre demandas que já estamos tratando há alguns anos, principalmente, no que diz respeito a regularização do abastecimento de água dos Povoados Touro e Canal. Como todos sabem, estes povoados eram abastecidos pela Prefeitura, mas firmamos uma parceria e a Prefeitura solicitou que a Companhia assumisse essa função”, explicou o diretor da Deso.

Ele acrescentou que a água que abastecia o Touro e o Canal vinham de poços, e não estava atendendo a demanda da população desses povoados. “Fizemos uma adutora até esses povoados, começamos a implantar já a rede de distribuição do Povoado Canal. E nessa reunião assumimos o compromisso que vamos implantar a rede do Povoado Touro, e regularizar todas as ligações dos dois povoados, e assim, manter regular o abastecimento em todas as casas durante todos os dias”, ressaltou o diretor da Deso, Carlos.

SEDE 

A Barra dos Coqueiros, de acordo com dados da Deso, é o município que mais avançou na cobertura de esgotamento sanitário. “Estamos ampliando a estação de tratamento na sede da Barra e discutindo com o prefeito quais são as prioridades de ruas que eles vão pavimentar para que possamos ampliar essa rede de abastecimento, de coleta e tratamento de esgotamento sanitário, ficando definido o Loteamento Andorinhas, onde tem algumas ruas que o prefeito pretende pavimentar e faremos tratativas para implantar a rede”, enfatizou o diretor-presidente. 

E paralelo a isso a Deso realiza uma pesquisa prática no município da Barra dos Coqueiros perfurando poços profundos. O presidente da Companhia explica que são poços com mais de 250 metros de profundidade para mapear o aquífero Marituba. Inclusive, foi feito um primeiro poço lá próximo ao Canal, que promete uma vazão acima de 200 metros cúbicos de água potável. E um segundo poço será feito no Povoado Aldeia, que fica em Santo Amaro. Em seguida, mais cinco estão previstos. Com isso haverá o reforço e a garantia do abastecimento de toda a população de Barra nos próximos anos. 

Participaram da comitiva do prefeito alguns secretários municipais, representantes da Deso, Carlos Anderson, Napoleão Barreto; e representantes dos povoados Edvaldo Francisco Rezende (Canal) e Ubirajara Attias Freire de Carvalho (Touro).

“Ficou certo que haverá uma revisão na encanação da rede de água, posteriormente as pessoas da comunidade pagarão uma taxa pelo uso e eu acredito que essa solução será imediata”, pontuou o representante do povoado Canal, Edvaldo Francisco.

Parceiros

Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação